23/10/15

Da nossa História

A História não se escreve
A História não está escrita
A História reescreve-se
Dentro de uma História que tem de ser cumprida

Como um rio ao qual destruímos a água
Comprimimos as margens
O curso tentamos mudar
Que sempre ele seguirá para o mar...

Como o sangue que em nós podemos estragar
Entupir artérias
Torná-lo fluido, espesso
Que sempre ele correrá em nós, com teimoso apreço...

Até que o rio será do mar
Até que, na morte, o sangue irá secar
Porque tudo nasce e tudo morre nesta vida
Esse é o movimento que ninguém pode travar
Está escrito e há um traçado a cumprir
Caminhos por onde teremos de passar
Mas tudo o mais é nosso,
é nossa a responsabilidade
Da qualidade do que fazemos à forma como nos purificamos,
Daí advém a nossa força e a nossa dignidade

Sem comentários:

Enviar um comentário